D. Sebastião

D. Sebastião

Benção ou maldição?

Manuel Pinheiro Chagas, António H. Secco, I. Vilhena Barbosa

Apeiron Edições

2012

68

Mole

Português

9789898447203

24 a 48 horas

Graças à política de D. João I e seguida pelos reis seus sucessores, Portugal era a capital de um potente império, cujos braços se estendiam pelo interior da África, da Ásia e da América?

Portugal era a sede das mercadorias do Oriente, o primeiro centro comercial do mundo, e uma das principais potências marítimas do globo? A usurpação da coroa portuguesa por Filipe II não foi um negócio sugerido a este pela trágica perda d’El-Rei D. Sebastião em África, pois já há muito era assunto de maquinações e intrigas de Castela?

Carlos V tinha, então, um plano para se apoderar de Portugal e para isso serviu-se de personagens que interagiam no jogo político com episódios que constituem uma parte muito importante da nossa história, quase toda secreta?
Índice não disponível.
Este título pertence ao(s) assunto(s) indicados(s). Para ver outros títulos clique no assunto desejado.